Exposição traz sapatos mais criativos da história

Museu na Inglaterra apresenta coleção de mais de 12 mil pares de diferentes modelos, datas de criadores

BBC |

BBC

O Museu e Galeria de Northampton, na Inglaterra, deu início a uma das exposições de sapatos mais completas do mundo, com modelos de diversas décadas e criadores. A coleção tem mais de 12 mil pares de sapatos, desde modelos do Egito Antigo até os exemplares mais ousados do design contemporâneo britânico.

Northampton, conhecida como a "capital do couro" na Grã-Bretanha, é um importante centro de fabricação de calçados. A cidade tem tradição em centros de pesquisa e indústrias ligadas ao couro.

Mais:
- Vestidos de renda made in Brazil são sucesso no exterior 

Sapatos criados pela estilista Vivienne Westwood nos anos 90, lembrados porque eram usados por Naomi Campbell quando ela tropeçou na passarela em 1993. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryA cidade também abrigava outras indústrias relacionadas com o couro. Na foto, sapato com uma mulher nua, criado por Rodolfo Azaro em 1978. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryAcima, sapatos de plataforma criados pelo estilista John Fluevog, da marca Sacha, nos anos 70. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryNos anos 20, sapatos com saltos laqueados encrustados de jóias, como os que aparecem nesta imagem, estavam na moda. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryNorthampton era conhecida no passado por ser um importante centro de fabricação de calçados. Acima, botas de camurça bordadas, criadas por Kurt Geiger em 1970. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryA bandeira do Reino Unido aparece nesta bota de plataforma e salto brilhante, que foi criada pela marca de calçados Shellys, em 1998, e ficou famosa em todo o mundo. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GallerySandália de plataforma e salto altíssimos feita em tamanho grande, possivelmente para um homem. Acredita-se que  tenha sido feita no início dos anos 80. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryOs sapatos envernizados da imagem acima são tamanho 46, que faz pensar que eles podem ter sido criados para um homem. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryAcima, o sapato "a empregada doméstica", alude a um uniforme. O par foi criado e fabricado por Thea Cadabra e James Rooke em 1978. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art GalleryA coleção tem desde modelos do Egito Antigo até exemplares mais ousados do design contemporâneo como este, criado por Terry de Havilland. Foto: John Roan/ The Shoe Collection, Northampton Museums & Art Gallery


Leia também:
- Fabergé abre sua primeira loja nas Américas
- Louboutin aposta nas tachas em nova coleção de bolsas
- Goyard paulistana será primeira loja a ter serviço de customização


Acompanhe as novidades do iG Luxo também pelo Twitter.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG