Alugue uma villa na Toscana ou na Provence a partir de 700 euros a semana

Por Samira Almeida , especial para iG

compartilhe

Tamanho do texto

Pacotes para vivenciar o luxo bucólico do campo podem incluir mimos e comodidades como chefs particulares, babás, carros conversíveis e degustações em vinícolas

Embarcar para uma viagem de férias bucólica na Toscana ou na Provence é uma experiência digna de cinema. E, ao contrário do que se pensa, com um pouco de boa vontade e organização, é possível viver dias inesquecíveis entre vinhedos, colinas verdejantes, campos de lavanda, oliveiras e girassóis e ainda desfrutar de mimos sob medida gastando em torno de 700 euros por semana em villas de aluguel que abrigam de quatro a oito pessoas.

Veja alguns caminhos para tornar o sonho real, com dicas de como aproveitar a estadia da melhor forma possível, com direito a aluguel de carro conversível ou bicicleta, aulas de culinária, chef particular, babá, visita a vinhedos e degustações, sem perder a charmosa simplicidade essencial da região.

Castello di Brolio, da família Ricasoli, nome de destaque na história dos Chantis há mais de um século. Foto: Divulgação/ Barone RicasoliUma casa de charme dentro do Castello di Brolio pode ser reservada para um fim de semana cheio de mimos. Foto: Divulgação/ Barone RicasoliA sala de jantar da residência dentro do Castello di Brolio tem teto de madeira e mobília confortável. Foto: Divulgação/ Barone RicasoliIluminado e bem dividido o quarto da residência de charme do Castello di Brolio é convidativo para dois. Foto: Divulgação/ Barone RicasoliVista da adega do Castello di Brolio, onde envelhecem os famosos vinhos Ricasoli. Foto: Divulgação/ Barone RicasoliConstrução tradicional, vista panorâmica e piscina de borda infinita são destaques da villa La Gigia, da agência La Cure. Foto: DivulgaçãoA piscina da villa La Gigia é cercada de verde e desvenda uma vista incrível que vai da ilha de Elba até as Cinque Terre. Foto: DivulgaçãoVista do living com lareira da villa La Gigia, em Lucca, parte do portifolio da agência La Cure. Foto: DivulgaçãoVista dos vinhedos da Riserva di Fizzano a partir do “Il Torrione” uma vila com quatro casas a 3 km do hotel. Foto: DivulgaçãoInterior de uma das casas do “Il Torrione”, da Riserva di Fizzano, com sala integrada à cozinha e ao jantar, com lareira. Foto: DivulgaçãoA piscina com vista panorâmica dentro da Riserva di Fizzano é dividida por apenas quatro casas numa vila isolada do hotel. Foto: DivulgaçãoFachada da residência Il Cipresso, uma das três disponíveis dentro do Castel di Pugna. Foto: DivulgaçãoParedes de pedra e teto e piso de cerâmica natural ajudam a marcar o clima toscano na residência Il Cipresso. Foto: DivulgaçãoQuem se hospeda nas terras do Castel di Pugna desfruta da estrutura de um hotel e pode passear e degustar vinhos. Foto: DivulgaçãoQuer conhecer a arte da culinária e do bem receber toscano? Não perca a degustação e a aula de culinária na Tenuta Casanova. Foto: DivulgaçãoNa Tenuta Casanova, os próprios donos recebem e os levam para conhecer a fabricação de vinho, azeite, mel e delícias da mesa. Foto: DivulgaçãoVista do pátio da Tenuta Casanova, que funciona como um mirante para os campos de vinhedos das cercanias. Foto: DivulgaçãoChantis, Brunellos e Vernaccias são temas da ABV para explorar vinícolas e castelos da Toscana por até um dia inteiro. Foto: DivulgaçãoAulas de culinária na sua própria villa ou um chef para fazer o seu jantar são opções oferecidas pela ABV na Toscana. Foto: DivulgaçãoParceira da Na Provence, a Charming Houses oferece esta casa provençal, instalada num terreno de 5.100 hectares em Saint Remy. Foto: DivulgaçãoA casa em Saint Remy proposta pela Na Provence tem piscina e um jardim cheio de cantos verdes e floridos. Foto: DivulgaçãoDescobrir a perfumaria em Gordes ou fazer compras em Aix-en-Provence com motorista falando português são ideias da Na Provence. Foto: DivulgaçãoQuem quiser descobrir as pequenas praias por entre os calanques de Cassis encontra barcos e guias na Na Provence. Foto: DivulgaçãoA Na Provence promove excursões sob medida para os viajantes que desejam ver campos de lavanda durante o mês de julho. Foto: DivulgaçãoOutra opção inesquecível da Na Provence é o voo de balão sobre castelos e campos de lavanda ou girassóis. Foto: Divulgação


TOSCANA (Itália)

- Castel di Pugna (Siena)
A apenas 3 km de Siena, a área pertencente ao histórico Castel di Pugna conta com uma pequena vila com três casas – com quartos, banheiro, salas de estar e jantar e minicozinha, cada – que dividem piscina, campo de bocha, mesa de ping-pong e trilha para montain bike. A construção mais tradicional das três, “Il Cipresso”, tem paredes de pedra e espaço para até quatro pessoas. O preço para uma semana varia de 900 euros a 1.300 euros, dependendo da época do ano.

Quem se hospeda por ali ainda pode desfrutar do restaurante e da adega do hotel-boutique localizado no castelo, cuja construção original data do século 11. Um jantar a dois na propriedade custa em média 30 euros e a degustação completa (com três vinhos típicos, bruschetas, salames e queijos locais), 18 euros. 

Mais:
- Hospede-se em um castelo

- Castello di Brolio (Gaiole in Chanti)
Em uma colina a oeste do Castello di Brolio, pertencente à família do Barão Ricasoli, criador do mais famoso Chanti clássico da Itália, uma casa do século 18 está disponível para hospedagens de fim de semana por 650 euros o casal. No pacote, jantar e almoço harmonizados com vinhos sugeridos por diferentes chefs, tour pela propriedade e pelo museu da família e degustação de vinhos em espaço privativo.

Divulgação
Na Riserva di Fizzano é possível ficar em uma villa do século 14


- Riserva di Fizzano (Siena)
Entre Siena e San Gimignano e em meio a fileiras de vinhedos se vê a construção do hotel Riserva di Fizzano. Dentro da propriedade está o “Il Torrione”, uma vila do século 14 com quatro pequenas casas com entrada privativa, dois quartos, banheiro, cozinha integrada à sala com lareira e jardim particular. A piscina e os arredores são compartilhados e pode-se ainda desfrutar dos serviços do hotel, que fica há três quilômetros, com bar, recepção e restaurante. O preço por dia para até quatro pessoas varia de 100 euros a 233 euros e inclui tour guiado pelos vinhedos e degustação na cantina.

Leia ainda:
- Uma casa com as mordomias de um hotel cinco estrelas

- Villa La Gigia (Lucca)
Com vista para o mar, a villa La Gigia, em Lucca, possui quatro quartos, salão social com lareira e cozinha equipada, além de piscina com borda infinita e terraços. O preço por noite varia de 430 euros a 790 euros e inclui ainda serviços de concierge e seis horas de arrumadeira por semana. Ideal para quem busca privacidade


- Villa Spadini (Siena)
Para um casal (ou dois) em clima de romance, a pequena villa Spadini (55 m²) é perfeita: com quarto privativo, cozinha equipada com forno, cafeteira, tostadeira e até lava-louças e acesso direto à um pergolado exterior. A hospedagem é uma das opções oferecidas pela Artifice di Belle Vacance (ABV), que também organiza passeios e cursos. O preço por semana é superconvidativo: de 540 euros a 675 euros.

Divulgação
Não deixe de alugar um carro para conhecer os vinhedos da região

Encontrada a hospedagem ideal, alugue um carro conversível e aproveite para conhecer as paisagens, vinhos e iguarias da região. Na agência Cieli di Toscana o aluguel de um carro conversível (BMW Z4, Serie 3 ou Mini Cooper), com GPS programado em português e um guia (digital ou impresso) com dicas da região,varia de 155 euros a 405 euros por dia (nas locações de sete dias ou mais – mudando também de acordo com a quilometragem prevista por dia) ou por apenas um dia, com tarifas de 195 euros a 545 euros.

A degustação de pães, óleo e balsâmico, trufas e sorvete na Tenuta Casanova, custa 15 euros por pessoa e tem uma hora de duração. Ainda é possível agendar almoços, jantares ou aulas de culinária – 150 euros por pessoa em grupos de até oito (crianças têm desconto). Já os passeios temáticos pela região podem ser contratados na ABV. Há saídas para quem quer visitar vinícolas (580 euros o casal, passeios de um dia inteiro, com almoço), quem quer caçar trufas (saída de duas horas em grupos de até dez pessoas, 55 euros por pessoa) e quem quer, além de caçar, aprender a usar o ingrediente na culinária (120 euros por pessoa). Outras opções são voo de balão (330 por pessoa em grupo de quatro), caminhadas guiadas (quatro horas, 165 euros por pessoa em grupos de quatro)

Para viajantes que não desejam sair de casa, a agência ainda providencia aulas particulares de culinária (85 euros por pessoa para grupos de até quatro aprendizes) e jantares privativos, incluindo vinho e sobremesa (em torno de 60 euros por pessoa, mas o preço varia conforme menu).

Veja também:
- Cuba vira destino de luxo

PROVENCE (França)

Divulgação
Villas próximas a vinhedos e campos de lavanda são possíveis na Provence

- Villa em Saint Remy
Paredes de pedra e janelas azuis marcam a villa Charming Houses – parceira da agência Na Provence – em Saint Remy. Com três quartos, banheiro, lavabo, cozinha equipada e salas de estar e jantar, as casas localizadas em terreno de 5.100 hectares ainda contam com jardim e piscina. O preço semanal varia de 2.400 euros a 2.600 euros, conforme a temporada.


- Casa em Aix-en-Provence
O órgão oficial de turismo de Aix-en-Provence também é um bom ponto de partida para encontrar uma villa para a temporada. Por ali, uma casa para seis pessoas nos arredores de Aix-en-Provence com três quartos, banheiros, living e cozinha equipada pode custar 1.800 euros por semana.

A região ainda oferece visitas a vinícolas, campos de lavanda, castelos medievais e praias. A agência Na Provence ainda organiza passeios exclusivos em balão (230 euros por pessoa) e barcos (de 2 a 6 passageiros) para descobrir a orla de Cassis por 200 euros a hora - passeio com média de 3 horas de duração. Rotas guiadas (a pé, de carro ou de bicicleta) também podem ser requisitadas e seu preço varia conforme a duração e distância percorrida.


Detalhes importantes
Planejar a viagem sem agentes requer atenção a alguns detalhes como taxa de reserva e serviços inclusos (ou não) durante a hospedagem, tais como troca de lençóis e toalhas, limpeza, taxa de turismo e custos extras. Vale lembrar que, normalmente, não se aceitam pets (ou isto é cobrado) e é proibido fumar nas casas. Como nessas regiões o vinho é uma das tradições que se deve experimentar, é melhor se planejar para contratar um motorista na volta daquele jantar especial.

*Preços pesquisados em julho de 2013.

Leia também:
- Hvar é novo destino de ricos e famosos na Croácia
- Conheça a paisagem da série Game of Thrones


Leia tudo sobre: toscanaItáliaFrançaProvencevillaaluguelfériasmaislidas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas