Hotel de Dubai quer mais brasileiros. “Eles chegam sem limites de gasto”

Por Juliana Bianchi , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Símbolo da cidade nos Emirados Árabes, Burj Al Arab tem diárias a partir de R$ 6 mil, colunas de ouro no átrio e amenities Hermès

Construído em formato de veleiro, sobre uma ilha artificial a 280 metros da costa de Dubai, o hotel Burj Al Arab se tornou, em menos de 14 anos, um símbolo semelhante ao que o Cristo Redentor representa para o Rio de Janeiro. Com 321 metros de altura – só três metros a menos do que a Torre Eiffel – o empreendimento nos Emirados Árabes conta com 202 suítes duplex distribuídas por 25 andares. Sendo que a menor, com 170 m², tem diárias a partir de R$ 6 mil, e a maior – suíte real –, de 780 m², não sai por menos de R$ 37 mil.

Mais:
- Conheça os hotéis mais incríveis do mundo

Ícone de Dubai, o Burj Al Arab foi construído em uma ilha feita especialmente para abrigá-lo. Foto: DivulgaçãoProjetado pelo arquiteto Tom Wright em forma de veleiro, o Burj Al Arab tem 321 metros de altura. Foto: DivulgaçãoO lobby do hotel, com detalhes em ouro 24 quilates, mármore e seda. Foto: DivulgaçãoDetalhe da escadaria que leva à recepção principal. Foto: DivulgaçãoUm dos quartos que compõem a suíte real. Foto: DivulgaçãoO dourado e o vermelho prevalecem na decoração de todo o hotel. Foto: DivulgaçãoNa suíte presidencial, um pouco mais de discrição por 680 m² . Foto: DivulgaçãoA pedido do sultão, o hotel teve sua face principal construída com vista para a cidade e não para o mar. Foto: DivulgaçãoA menor suíte do hotel tem 170 m², metragem semelhante à de muitas suítes presidenciais padrão. Foto: DivulgaçãoTodas as suítes estão equipadas com amenities Hermès, menu de travesseiros e cardápio de banhos. Foto: DivulgaçãoDistribuídas sempre em dois andares, as suítes têm área social no primeiro piso e quartos no nível superior. Foto: DivulgaçãoNo spa, tratamentos das marcas La Prairie, ESPA e Aromatherapy. Foto: DivulgaçãoA piscina interna tem borda infinita e vista para o Golfo Pérsico. Foto: DivulgaçãoNa área externa, praia privativa na ilha construída especialmente para abrigar o hotel. Foto: DivulgaçãoSky View Bar, drinques a 300 metros de altura. Foto: DivulgaçãoRestaurante Al Iwan, um dos sete do hotel. À noite vira sala para jantares privativos à luz de velas. Foto: DivulgaçãoOutro dos sete restaurantes do Burj Al Arab. Foto: Divulgação

“Nossa menor suíte equivale à presidencial de muitos grandes hotéis pelo mundo” , afirma Heinrich M. Morio, gerente geral do empreendimento, durante passagem pelo Brasil para promover o destino. Atualmente, os brasileiros representam apenas de 2% a 3% dos hóspedes. Mas a amostragem já foi suficiente para avaliar o potencial desse cliente que, segundo a diretora de vendas Gabriela Coelho, chega sem limites para gastar. “Os brasileiros querem aproveitar o que há de melhor, os restaurantes, as lojas, o spa, a piscina com borda infinita, o passeio de helicóptero”, diz.

Mais:
- Apartamentos de R$ 60 milhões já são realidade em São Paulo e Rio de Janeiro

Entre os mimos que tornam o hotel digno da presença de xeques, celebridades e milionários mantidos sob sigilo absoluto – um deles reservou um andar inteiro do hotel para morar durante um ano –, estão os mordomos pessoais à disposição 24 horas, os balcões de atendimento presentes em cada um dos andares e a frota de Rolls-Royce para levar o cliente onde ele desejar.

Saiba mais sobre o hotel no vídeo abaixo:

Além disso, em cada suíte é possível encontrar amenites em tamanho original da marca francesa Hermès, menu de travesseiros com 17 opções, cardápio especial de banhos, chuveiros que imitam chuva e Jacuzzis. A cereja do bolo vem com os iPads de ouro recém implementados para servir como concierge virtual. “O dourado é a nossa cor”, pontua Morio.

Não à toa, foram usados 1.790 metros quadrados de folhas de ouro de 24 quilates para decorar as áreas internas, incluído as imponentes colunas que ladeiam o átrio de entrada. Um vão livre de 180 metros de altura (onde daria para empilhar duas Estátuas da Liberdade), com mosaico de mármore e fontes que esguicham água de meia em meia hora a 30 metros de altura.

Como se não bastasse, o hotel ainda conta com heliponto a 212 metros de altura – que já foi transformado em quadra de tênis para um jogo promocional entre André Agassi e Roger Federer –, spa com tratamentos das marcas La Prairie, ESPA e Aromatherapy, piscina interna com borda infinita e vista para o Golfo Pérsico, quadra de squash, academia de ginástica, salão de cabeleireiro. Sete bares e restaurantes, entre eles o Skyview, no 27º andar e o subterrâneo Al Mahara, onde se pode comer rodeado por um aquário gigante de água salgada, dando a impressão de que se está no fundo do mar.

Serviço:
Burj Al Arab
PO Box 74147, Dubai, United Arab Emirates
Tel: +9714 301 7565


Leia ainda:
- O que saber antes de comprar um barco
- Hotel de luxo na Bahia terá condomínio com pista de pouso para aviões no quintal


Leia tudo sobre: DubaihotelBurj Al Arab

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas