No Caribe, uma rara praia deserta

Sem internet ou televisão, comunicação na ilha é feita por bandeiras

Mariane Morisawa, especial para o iG

A pequena ilha caribenha de Petit St. Vincent, nas Ilhas Granadinas, tem 500 mil metros quadrados e conta com 22 chalés de um ou dois quartos, sala de estar e terraço com vista. Aqui, a finalidade é descansar mesmo: nada de televisão, internet ou telefone nas casas. Para pedir room service ou qualquer outra coisa, é só hastear uma bandeira amarela do lado de fora. Se não quiser ser incomodado, use a bandeira vermelha.

Pequena ilha caribenha fica nas Ilhas Granadinas e tem 500 mil metros quadrados . Foto: DivulgaçãoEm Petit St. Vincent, a ideia é aproveitar a natureza sem televisão, internet ou celular. Foto: DivulgaçãoIlha caribenha tem 22 chalés de um ou dois quartos, sala de estar e terraço com vista. Foto: DivulgaçãoQuem desejar pode desfrutar de atividades como spa, caiaque, windsurfe e mergulho. Foto: DivulgaçãoEm Petit St. Vincent, para pedir room service é só hastear uma bandeira amarela do lado de fora. Foto: Divulgação

Check in e chaves também não existem. Para compensar, um novo bar e restaurante na areia e um spa com vista para o mar, além de atividades marítimas como caiaque, windsurfe e mergulho. Uma tela de cinema inflável passa filmes antigos, enquanto os hóspedes fazem piquenique na areia.

Para chegar, é preciso voar até Barbados, onde uma equipe da Petit St.Vincent espera o visitante e ajuda nos trâmites até o voo para Union Island. De lá, um barco leva a Petit St. Vincent. As diárias custam a partir de US$ 1.050, com refeições incluídas.


Serviço:
Petit St. Vincent

 

 

Leia tudo sobre: ilhailhotacaribePetit St. VincentIlhas Granadinasluxo

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG