Town house sob medida em Milão

Hotel exclusivo dentro da Duomo oferece mordomo particular e serviços personalizados

Juliana Bianchi, iG São Paulo

Na entrada do Seven Stars não há placas, bandeiras, tapete vermelho ou toldo que o identifique como hotel. E, apesar de estar localizado em um dos mais movimentados pontos turísticos de Milão - a galeria Vittorio Emanuele II, ao lado da Duomo -, e de receber frequentemente nobres, celebridades e empresários de renome mundial, paparazzi e multidões de fãs não fazem parte de sua rotina. Afinal, nesta town house de apenas sete suítes, uma das mais exclusivas da cidade, a discrição é palavra de ordem.

O endereço exato só é passado ao hóspede após a reserva ser efetuada, o elevador de acesso funciona apenas mediante a digitação de um código secreto pelo porteiro e o restaurante está vetado a visitantes. Mas quem faz parte desse clube secreto tem suas vantagens.

Uma vez dentro da fortaleza, você será chamado pelo nome por todos os funcionários, terá seu próprio mordomo, um carro de luxo com chofer à disposição, e um chef de cozinha pronto a atender seus desejos 24 horas por dia, sem que seja necessário um cardápio para guiá-lo. “Nosso chef, Giacomo Gaspari, segue a filosofia ayurvédica, na qual se acredita que seus desejos são reflexos das necessidades do corpo”, afirma Elisa Dal Bosco, diretora de comunicação do hotel. E não importa se o organismo precisa de trufas ou escargots às quatro horas da manhã. “Temos uma rede de fornecedores muito boa sempre a disposição”, garante a executiva.

Inaugurado em 2007 pelo empresário Alessandro Rosso, o hotel teve de aguardar três anos para ter sua instalação aprovada pelo governo italiano. “Por se tratar de um prédio histórico, as tramitações não são simples. Mas não nos interessa estar em edifícios comuns, queremos verdadeiros monumentos”, diz Elisa, que já deu entrada no pedido de liberação para a construção de um spa dentro do edifício construído em 1876 pelo arquiteto Giuseppe Mengoni. “Provavelmente teremos de esperar outros três anos só para ter a resposta.”

Divulgação
Uma das sete suítes do Seven Stars Hotel, com vista para a área interna da galeria Vittorio Emanuele
Sob o olhar do dono

Com pé direito duplo, cada uma das sete suítes - cujos tamanhos variam de 40 m² a 160 m² - estão diretamente conectadas ao quarto de seu mordomo particular. “Ele é sua pessoa de confiança 24 horas para resolver qualquer demanda, de alugar um jatinho a reservar uma mesa no restaurante mais badalado da cidade”, afirma Elisa, que já teve de disponibilizar um desses assistentes três dias antes da chegada do hóspede para que ele pudesse fazer as malas do cliente do outro lado do mundo e desfazê-las em Milão, antes mesmo dele dar entrada no hotel. “Só assim garantiremos que o hóspede tenha tempo para relaxar.”

Neste caso, aproveitar todas as amenidades disponibilizadas na suíte de acordo com as preferências do hóspede. Em um questionário enviado no momento da reserva é possível escolher desde o tipo de lençol e travesseiro, até os vinhos, petiscos, produtos de beleza e equipamentos (de lap top a esteira de ginástica) que deseja ter por perto.

Divulgação
Móveis de design clássico e moderno se misturam na decoração
“Já tivemos que organizar até uma festinha de aniversário infantil, com direito a brinquedos e recreadores, para comemorar os cinco anos do filho de um cliente. Até os filhos de Alessandro Rosso participaram, já que moram no hotel”, conta a executiva, deixando transparecer um dos segredos para o serviço sempre impecável do hotel. “Ele se mudou para cá logo depois da abertura para poder cuidar de tudo bem de perto.”

Discreta, a decoração mistura peças de design assinado com outras garimpadas em antiquários, compondo um ambiente elegante e confortável, onde facilidades tecnológicas como Wi-Fi e televisão LCD com canais via satélite não foram esquecidas. Janelas antiruído garantem sono tranqüilo, mesmo após a abertura das lojas de luxo - Gucci, Prada e Louis Vuitton, entre outras – instaladas na galeria.

Privacidade ao extremo

Mas se o cliente quiser ainda mais espaço e privacidade para a família é possível optar pela suíte principal, uma verdadeira residência no andar superior com 160m², entrada privativa, dois quartos, duas salas de estar, três banheiros, um lavabo e uma sala de jantar. No banheiro principal é possível relaxar em uma banheira com cromoterapia instalada em frente a uma televisão de LCD de 20”. Nos demais ambientes outros aparelhos de tela plana 32” e 40” também estão disponíveis.

As diárias variam de 1.500 euros a 10 mil euros. No Brasil, as reservas podem ser feitas pela The Leading Hotels of the World.

Serviço:

Seven Stars Hotel
Milão

The Leading Hotels of the World

    Leia tudo sobre: Seven starshotelmilãoturismoluxo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG