Carro voador para fugir do trânsito

Veículo-conceito criado por engenheiros chineses poderá ser produzido em até 30 anos

Danielle Sanches, especial para o iG |

Divulgação
Com linhas futurísticas, o Yee pode trafegar tanto em asfalto como nos céus urbanos
Ele ainda é um conceito, mas já começou a dar o que falar. Poderia, inclusive, ter saído de um livro de ficção científica. Ou, para os fãs de desenhos antigos, de um dos episódios da série de televisão Os Jetsons.

Mas o carro voador Yee , como foi batizado, é um projeto de verdade e está mais próximo da nossa realidade do que podemos imaginar. O veículo foi desenvolvido pelos engenheiros chineses Pan Jiazhi, Zhu Wenxi e Lai Zexin, do Departamento de Design Industrial da Escola de Engenharia Mecânica e Automotiva da China, em Guangzhou.

Divulgação
O carro-conceito chinês é eco-friendly e se autossustenta com luz solar
O projeto foi tão inovador que acabou levando o prêmio de “Melhor Futuro Criativo”, no concurso de Design de Carro-Conceito , realizado em Pequim em 2010.

Com linhas futurísticas, que lembram uma nave espacial, o Yee pode tanto trafegar em asfalto como nos céus urbanos. A transição é bem simples: dentro da cabine, um controle converte as duas laterais móveis – que possuem pequenas rodas em suas extremidades – em asas. A partir daí, o controle do carro- aeronave passa a ser novamente feito pelo piloto.

Divulgação
Na parte traseira ficam os dois propulsores que dão força para a locomoção do carro
Na parte traseira ficam os dois propulsores que dão força para a locomoção do carro . Como todo projeto futurista, o Yee também é “eco friendly” e se autossustenta com a luz solar.

O trabalho dos designers prevê ainda a criação de uma estação de abastecimento, que serviria também como base de decolagem. “É um carro que une de forma harmônica a existência do homem, das máquinas e da natureza ”, afirma Lai Zexin.

Se a ideia vingar, o carro voador deve se comportar como um veículo de corridas nas estradas e alçar voos na mesma altura de um planador. Esperançoso, Lai Zexin acredita que a criação possa ser produzida dentro de duas ou três décadas, a preços que ele considera “razoáveis”. “Se tivesse que chutar, acho que custaria o mesmo preço de um veículo da BMW ”, afirma.

Acompanhe as novidades do iG Luxo também pelo iPad e pelo iPhone.
Baixe o app grátis.


    Leia tudo sobre: carro-conceitocarroaviãocarro voador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG