O touro da Lamborghini

Um touro manda em muitos cavalos. É assim o novo carro da Lamborghini: o Aventador, com motor V12 de 700 CV

Amadeo Gattieri, especial para iG São Paulo |

A Lamborghini gosta de batizar seus carros com nomes de touros. Sua nova criação, o Aventador, herdou o nome de um touro espanhol que em 1993 recebeu o Trofeo de la Peña La Madronera , distinção concedida aos animais mais bravos das touradas. O Aventador nasce com a missão de substituir o Murciélago, um Lamborghini que estava em fabricação desde 2002. E traz novidades que deverão agradar aos fãs da marca.

Divulgação
O design é agressivo, com faróis poligonais, vincos no capô e portas do tipo asa-de-gaivota

O motor é um novo V12 que atinge 700 cavalos (30 a mais do que o Murciélago). O chassi do carro é mais leve e seu câmbio tem uma marcha a mais: agora são sete. O câmbio, aliás, merece destaque. As trocas de marcha, que o motorista controla por borboletas posicionadas atrás do volante, são efetivadas em apenas 50 milissegundos. Isso significa trocas quase tão ágeis quanto as de um carro de Formula 1 (que leva em média 40 milissegundos). Em outros superesportivos de rua, como a Ferrari Enzo, as trocas costumam levar mais de 100 milissegundos. Tudo contribui para o prazer de dirigir.

Mas o avanço mais chamativo do Aventador está no design. Seus faróis mantêm o formato poligonal característico da Lamborghini, mas conseguem ser ainda mais agressivos, e os vincos no capô dão uma aparência musculosa. As portas são do tipo asa-de-gaivota, que se abrem para cima, e o carro tem tração nas quatro rodas, tradição da marca italiana.

O Aventador também chama a atenção por trazer alguns equipamentos que não são comuns em superesportivos, como sistema de entretenimento com tela de sete polegadas e entrada para iPod e conexão Bluetooth para telefone celular. Também chamam a atenção os sensores crepuscular e de chuva (que acionam automaticamente os faróis e os limpadores de pára-brisa quando está escuro ou chovendo), e um mecanismo do tipo hill holder : que ativa automaticamente o freio do carro quando ele está parado numa subida, evitando que você tenha de puxar o freio de mão ou precise ficar com o pé no pedal.

nullEquipamentos típicos de veículos de luxo, mas não de um carro que é capaz de superar 340 km/h. Na Europa, o Aventador custa o equivalente a US$ 364 mil (mais impostos). Seu preço no Brasil, onde chega no terceiro trimestre deste ano, não está confirmado, mas deve ficar em torno de R$ 2 milhões. Apenas cinco unidades virão para o País. Uma já está vendida.


Serviço:


Lamborghini Aventador

No Brasil: Lamborghini São Paulo



    Leia tudo sobre: lamborghiniaventadorrodasmotorfreiomarcha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG