Uma poltrona para estimular o dolce far niente

Por Juliana Bianchi , de Salvador |

compartilhe

Tamanho do texto

Empresa italiana lança peça reclinável com sistema de acolhimento único desenvolvido na Nova Zelândia

Como se descreve o conforto do colo de vó? Daqueles largos, macios e quentinhos, onde você se joga nos momentos que mais precisa de carinho. Que te envolve com braços gorduchos de segurança e que se expande a cada movimento do seu corpo, como se fosse uma extensão de você mesmo. Difícil de explicar para quem nunca teve um colo desses por perto, mas bem fácil de entender para qualquer um que sente por um, dois, três minutos na poltrona Re-vive.

Berço de gente grande: Empresa italiana lança poltrona reclinável com sistema de acolhimento único desenvolvido na Nova Zelândia. Foto: DivulgaçãoLançamento da italiana Natuzzi, o modelo revestido em couro, é daqueles para nunca  mais querer levantar.. Foto: DivulgaçãoA poltrona será produzida no Brasil, com mecanismo italiano, a partir de janeiro e em fevereiro, e deve chegar às lojas por R$ 15 mil. Foto: Divulgação

Lançamento da italiana Natuzzi, o modelo revestido em couro, é daqueles para nunca mais querer levantar. Desenvolvida em parceria com Kent Parker, designer-chefe do escritório neozelandês Formay Design Studio, a peça combina alto desempenho, flexibilidade e durabilidade com elegância, beleza e conforto. "Re-vive é para ser um estilo de vida. Para se desligar do mundo, do telefone, do computador e fazer algo que lhe dê prazer", afirma Pasqualle Natuzzi, fundador e presidente do grupo que leva seu sobrenome.

Com mais de 200 peças únicas, duas patentes mundiais de tecnologia e mecânica, e quase quatro anos de pesquisa, a poltrona foi feita para se moldar a quem nela estiver. Independente do tamanho, peso, altura ou posição. Sem que seja preciso qualquer acionamento manual ou elétrico. Apenas com o movimento do corpo para frente, para trás (chegando a quase 180 graus) ou laterais. Isso graças a uma espinha dorsal com abas de poliuretano flexível e um mecanismo central articulável, ambos revestidos com estofamento e couro de altíssima qualidade. Uma banqueta com as mesmas qualidades e tecnologia acompanha a peça principal, para garantir ainda mais conforto.

Apresentada pela primeira vez em abril, durante a Semana do Móvel de Milão, a poltrona será produzida no Brasil - com mecanismo italiano - a partir de janeiro e em fevereiro prevê-se que já esteja nas lojas por valor estimado de R$ 15 mil. Será possível optar por sete modelos de costura, 11 cores a serem combinadas entre a base e no couro ou ainda determinar o tamanho, queen ou king. O revestimento em tecido também será possível. Mas você não vai abrir mão de uma das assinaturas da marca, certo?

Veja ainda:

- Menu degustação é oportunidade de conhecer melhor o trabalho dos chefs
- Investir em vinhos pode ser mais rentável do que títulos públicos americanos
- Cobertura com 16 vagas no Rio é comercializada por R$ 61 milhões

Leia tudo sobre: Natuzzipoltronaluxodesignmóvel

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas