Joias de Lily Safra serão leiloadas

Coleção de 70 peças pode atingir preço superior a R$ 36,4 milhões. Valor será doado a instituições e projetos beneficentes

Juliana Bianchi, iG São Pulo |

Divulgação/ Eric Megret
Lily Safra: com o leilão, a viúva se posiciona no topo do ranking dos maiores filantropistas do mundo
Uma das mulheres mais ricas do mundo, a viúva do banqueiro Edmond Safra, Lily Safra, decidiu abrir seu porta-joias para reforçar seu lado filantrópico. No dia 14 de maio, mais de 70 peças de sua coleção de broches, brincos, anéis e colares recheados de pedras preciosas irão a leilão, em Genebra.

A casa leiloeira Christie’s, responsável pela operação, avalia que a arrecadação poderá extrapolar a casa dos 15, 2 milhões de euros (R$ 36,4 milhões).

Leia também:
- Hermès lança bolsa-joia em ouro e diamantes

Entre os lotes mais aguardados está o conjunto de 18 broches criados pelo joalheiro americano Joël Arthur Rosenthal, mais conhecido por suas iniciais, JAR. Elaboradas entre os anos 1980 e 200, as peças formarão o maior conjunto de joias JAR já ofertada em um leilão.

Segundo François Curiel, chefe do departamento de joalheria da Christie’s, “esta é uma coleção sublime de joias raras, que compreende o melhor de todos os períodos, desde o fim do século 18 até os dias de hoje”. Na coleção ofertada, peças com diamantes, safiras, rubis e esmeraldas de todos os tamanhos e lapidações.

- Superprodução de cinema celebra 165 anos da Cartier

Toda a renda do leilão de joias será revertida à caridade. Entre as 20 instituições e programas que serão beneficiados está a Elton John AIDS Foundation, a Hopes and Homes for Children, na Romênia, e o Programa de Tratamento de Águas de Amélia Rodrigues, na Bahia (Brasil).

Veja duas das joias que estarão à venda:

Broche de camélia com rubis e diamantes criado pelo joalheiro JAR. Preço estimado entre US$ 1,2 milhão e US$ 1,5 milhão. Foto: Divulgação/ Denis Hayoun - Diode SAConjunto de 12 broches e um par de brincos de diamantes em forma de folhas, datados de meados do século 19, avaliados entre US$ 200 mil e US$ 400 mil
. Foto: Divulgação/ Denis Hayoun - Diode SAPublicidade


Antes do leilão, as peças da coleção serão expostas para possíveis compradores nos escritórios da Christie's em Londres, Nova York, Paris e Hong Kong.


Acompanhe as novidades do iG Luxo também pelo Twitter.

 

 

 

Leia tudo sobre: lily safraleilãojoiachristie's

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG